Estêvão, do Palmeiras, chama a atenção na Europa e é comparado a Neymar na Seleção sub-17

Meia-atacante fez dois gols na classificação do Brasil às quartas do Mundial da categoria

| GLOBOESPORTE.COM / REDAçãO DO GE


Equador 1 x 3 Brasil - Gols - Oitavas de Final do Mundial Sub-17

Estêvão, do Palmeiras, tem chamado a atenção dos europeus enquanto brilha no Mundial sub-17 com a seleção brasileira. Autor de dois gols na vitória por 3 a 1 sobre o Equador, que classificou a equipe para as quartas de final, nesta segunda-feira, o jovem de 16 anos foi comparado a Neymar.

+ Siga o ge Palmeiras no WhatsApp

– O jogador do Palmeiras, com uma forma de jogar muito parecida à de Neymar, conseguiu desequilibrar as coisas com um golaço – diz o relato do As, jornal espanhol.

Mais notícias do Palmeiras: + "Técnico intenso": como o Verdão vê os desabafos de Abel

Na semana, o também espanhol Marca escreveu que o "Brasil tem um novo gênio", depois do desempenho de Estêvão, antes chamado de Messinho, na goleada por 9 a 0 sobre a Nova Caledônia.

O garoto é tratado nos bastidores do Verdão como um nome com potencial para ser um dos grandes atletas do futebol mundial. Ele já assinou seu contrato profissional até abril de 2026, com multa de 45 milhões de euros (R$ 238,9 milhões).

Além de sondagens, o Palmeiras já recebeu uma oferta pelo jogador do Paris Saint-Germain, da França, e a recusou.

Por ainda estar em desenvolvimento físico, ele não começou o processo de transição ao profissional, como já fizeram Endrick e Luis Guilherme, ambos com 17 anos. Mas Estêvão é considerado um dos maiores talentos que passaram pela história recente da base alviverde.

Mesmo se for negociado nas próximas janelas, o meia-atacante só poderá deixar o Verdão quando completar 18 anos.

No Mundial sub-17, ele tem dividido gols com outro companheiro de Palmeiras: Luighi, que fechou o placar em 3 a 1 nesta segunda. A seleção brasileira aguarda o vencedor entre Argentina e Venezuela e disputará as quartas de final no dia 24, às 9h (horário de Brasília), em Jacarta, na Indonésia.

+ Veja mais notícias do Palmeiras



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE