Richarlison reclama no Tottenham: "Esta temporada está uma m****"

Atacante brasileiro critica técnico Antonio Conte por forma de atuar dos Spurs no jogo da eliminação na Champions League e por não lhe dar sequência como titular: "Eu deveria ter jogado"

| GLOBOESPORTE.COM / REDAçãO DO GE


Richarlison em Tottenham x Milan pelas oitavas de final da Champions League — Foto: Action Images via Reuters/Paul Childs

Richarlison não poupou as palavras depois do empate sem gols do Tottenham com o Milan, em Londres, que acabou decretando a eliminação do time inglês nas oitavas de final da Champions League. O atacante brasileiro, que ,entrou em campo no meio do segundo tempo, reclamou de ser pouco aproveitado pelo técnico Antonio Conte, em entrevista à "TNT Sports".

Contratado pelo Tottenham no meio do ano passado por 58 milhões de euros (R$ 315 milhões), Richarlison sofreu duas lesões durante a temporada: uma na panturrilha semanas antes da Copa do Mundo e outra na coxa durante o Mundial. Desde então foi relacionado como reserva em oito jogos e titular em apenas três.

Richarlison bateu na tecla de que vinha em evolução desde as vitórias do Tottenham contra West Ham e Chelsea, pela Premier League, no fim de fevereiro. Foi titular em ambas as partidas, assim como na derrota para o Sheffield, pela Copa da Inglaterra, na sequência. Então o brasileiro foi reserva no revés para o Wolverhampton, e voltou a iniciar um jogo no banco, contra o Milan. Quando perguntado sobre se lhe faltava sequência como titular, o atacante mostrou não concordar com as decisões de Conte:

- Foi o que não entendi também. Vinha numa sequência boa, com duas vitórias contra o West Ham e contra o Chelsea, e de repente me colocou no banco. Contra o Wolves, me colocou cinco minutos. Eu perguntei o porquê e não me falaram nada. Ontem me pediram para fazer um teste na academia. (Conte) me falou que, se eu estivesse bom, eu iria para o jogo. Quando chegou na hora do jogo, me colocou no banco. São coisas que não dá para entender.

Richarlison também criticou Conte julgando que o Tottenham não atuou de forma ofensiva o suficiente contra o Milan em Londres. Os Spurs haviam perdido a ida por 1 a 0, na Itália, e precisavam da vitória em casa para seguir adiante na Liga dos Campeões ou ao menos forçar uma prorrogação ou cobranças de pênaltis.

O Tottenham tem pela frente somente a Premier League, precisando se manter dentro do G-4 para voltar a se classificar para a Liga dos Campeões. Os Spurs estão na quarta posição, e Richarlison espera retomar o espaço de titular no clube

- É focar nesses jogos e fazer o máximo de gols possível. O clube pagou caro por mim e até agora não correspondi dentro de campo. É claro que as lesões me atrapalharam um pouco, faltaram minutos para me colocar para jogar. Vamos ver se ele me coloca de titular no próximo jogo - finalizou Richarlison.



PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE